Arquivos de sites

Astrônomos descobrem sistema com 7 exoplanetas, e eles podem ter água

Sete exoplanetas foram descobertos orbitando uma estrela próxima, a cerca de 39 anos-luz de distância, de acordo com comunicado feito pela Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) nesta quarta-feira (22). E as condições de alguns deles podem ser favoráveis para água em estado líquido.

A estrela anã que fica no centro desse sistema estelar, como se fosse o nosso Sol, é chamada de TRAPPIST-1, e é um pouco maior que Júpiter (o planeta é cerca de 12 vezes maior que a Terra). Um dos autores da pesquisa, Michael Gilion, explica que se o nosso Sol fosse do tamanho de uma bola de basquete, a TRAPPIST-1 seria uma bola de golfe.

Estimativas iniciais sugerem que os novos planetas têm massas semelhantes à da Terra e composições rochosas. Para você ter uma ideia, os maiores exoplanetas, o primeiro (por ordem de proximidade da estrela) e o sexto, são 10% maiores que a Terra. Já os menores, o terceiro e o sétimo (o mais distante da estrela), são 25% menores que nosso planeta. A descoberta foi feita em parceria entre astrônomos de todo o mundo, usando telescópios da Nasa e do ESO.

Este é o sistema com o maior número de planetas tão grandes quanto a Terra já descoberto, bem como aquele que tem o maior número de mundos que podem ter água líquida. Antes disso, o sistema com mais exoplanetas já descoberto tinha apenas três planetas.

Fonte: Notícias Uol

Brasileiros descobrem 1º cometa 100% brasileiro

Bastaram alguns poucos dias de operação para que um telescópio brasileiro, projetado e construído por brasileiros, em um observatório também construído por eles, com recursos próprios, identificasse um cometa até agora desconhecido.

É o primeiro cometa genuinamente tupiniquim.

O feito é mérito total de Cristóvão Jacques, Eduardo Pimentel e João Ribeiro de Barros, astrônomos que fazem o trabalho por amor à astronomia, sem receber nada em troca – por isso eles são chamados “amadores”.

Os três astrônomos construíram seu próprio observatório, o SONEAR (Southern Observatory for Near Earth Research), nas montanhas de Oliveira, a 120 km de Belo Horizonte (MG).

O telescópio, com uma abertura de 450 milímetros, é automatizado e controlado remotamente pela internet.

Toda a estrutura e a operação do telescópio é bancada com recursos próprios dos três pesquisadores.

Astrônomos mineiros descobrem primeiro cometa 100% brasileiro

A descoberta do primeiro cometa genuinamente brasileiro ocorreu no dia 13 de janeiro, sendo batizado oficialmente de C/214 A4 SONEAR pela União Astronômica Internacional.

O cometa, com cerca de 20 km de diâmetro, tem uma órbita parabólica e não está em rota de colisão com a Terra.

Seu ponto de maior aproximação da Terra deverá ser alcançado em 2015, a uma distância de cerca de 450 milhões de km.

Os três astrônomos afirmam esperar que muitas outras descobertas ocorram com a ajuda do SONEAR nos próximos anos.

Leis de Newton, apresentação em prezi.

prezi
http://prezi.com/jyylrrkizvuq/isaac-newton/?kw=view-jyylrrkizvuq&rc=ref-3834095

 

Esse passou raspando…

Sabe quando Hollywood faz um filme em que  Terra é ameaçada por um asteroide, ou qualquer outra cosia, e os americanos, somente eles, juntam uma equipe de cientistas e militares (porque só eles são os fodões) para salvar o mundo? Então, esse passou raspando… Veja a notícia que saiu na Scientific American Brasil online:

Um asteroide recém-descoberto passou pela Terra no dia 27 de junho, sem ameaçar o nosso planeta, mas este afetou a curva orbital do corpo celeste.

A rocha espacial, conhecida como 2011 MD, foi detectada inicialmente em 22 de junho pelo projeto LINEAR – Lincoln Near Earth Asteroid Research (Pesquisas de Asteroides Próximos à Terra), por um telescópio no Novo México. Com base na quantidade de luz solar refletida, estima-se que o 2011 MD tenha de cinco a 20 metros de diâmetro, segundo o site do Escritório do Programa, NEO, de Objetos Próximos à Terra, do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA em Pasadena, Califórnia.

O 2011 MD passou sobre o hemisfério sul, a 12 mil km de altura, às 13:00 horas (horário de verão do leste), entrando na órbita de alguns satélites de alta altitude, embora a chance de colisão fosse ínfima. Com frequência, asteroides se movimentam rente à Terra, muitas vezes despercebidos, mas o progresso nos sistemas de buscas nos últimos anos tornou mais comum a descoberta de asteroides minúsculos como o 2011 MD, antes de seus voos planetários rasantes. “A cada seis anos, em média, um objeto desse porte chega tão perto da Terra”, Don Yeomans e Paul Chodas do Programa NEO da NASA escreveram no site do programa na Internet.

Alguém viu o Bruce Willis?

Crepúsculo com Eclipse

NÃO, NÃO ESTOU FALANDO DAQUELAS MERDAS DE FILMES PRA MENININHAS CABEÇA DE PUDIM! Estou falando de um crepúsculo real com um eclipse que acontecerá do dia 15 de junho. O eclipse será visível em toda a América do Sul, África, Europa, Oceania, Antártida e Ásia exceto a parte norte.

Denomina-se eclipse ao obscurecimento parcial ou total de um corpo celeste em virtude da interposição de um outro. A palavra eclipse vem do grego ekleipsis, que significa abandono, desmaio, desaparecimento. É uma das raras chances de observar-se um espetáculo tão belo da natureza. Embora os eclipses solares ocorram em maior número, vemos com mais freqüência os lunares, pelo fato de os últimos serem observados em áreas consideravelmente superiores à metade da Terra.

Na tarde de 15 de junho, quando a Lua estiver ainda abaixo do horizonte, e, portanto ainda não terá nascido no horizonte leste, às 15h22min, a Lua cheia começará a “mergulhar” na sombra da Terra. Às 16h22min a Lua estará toda coberta pela sombra de nosso planeta.

No Brasil, para observadores em São Paulo, para considerarmos uma média, a Lua irá nascer eclipsada às 17h25min e o pôr do Sol ocorrerá às 17h27min. Devido ao horário deste evento, a Lua eclipsada não terá tanto contraste com o fundo do céu por conta da claridade do crepúsculo. Em outras palavras, não veremos a Lua cheia nascer bem brilhante como de costume, porque ela estará dentro da sombra da Terra.

%d bloggers like this: